Masthead header

Escolhendo o Melhor Angulo para Enxergar Deus

PEABODY

O dia hoje começou complicado. Sem eletricidade no studio justo na hora de uma “Smash The Cake” session. Panic Mode logo cedo, mas Deus me deu sabedoria e, de um minuto chorando e orando com muitos “por quês”, noutro estava tranquila. O dia cinza abriu. Fotografei usando luz natural, minha favorita, e agradecida pelas janelas enormes do nosso espaço. Phew. Done.
Missão cumprida e hora de chegar mensagens. Entre elas uma que não queria ter lido. A resposta do que eu “tinha certeza que ia acontecer agora”, era negativa. Um balde de agua fria na esperança de ter minha mãe nos visitando soon. Promessa de Deus, mas que será no “tempo dEle”. Chorei denovo, sentida pelo coração da minha mãe magoado; mas Deus nos cerca de amigos com palavras abençoadas, ferramentas para nos animar, segurar nossas mãos, abraços virtuais…
Responsabilidade não me deixa correr e me jogar na cama pra respirar fundo e “recomeçar o dia”. Bola pra frente, porque a vida continua e tenho que buscar minha “alegria” na escola com um sorrisão no rosto. O abraço dela hoje apertado é melhor do que o de ontem.
Vem a correria das tarefas. Almoço, dar banho, hora de ensaio… mas eu precisava “refrescar a cuca”… reset. Escolho aproveitar a uma hora em que “mini-me” tá ensaiando pra botar a corrida em dia. Como me faz bem. Run heals. It’s my time. Freedom…
Lá vou eu, pelas ruas da cidade. Nessas horas parece que todo mundo que eu conheço no mundo achou de andar de carro ao mesmo tempo. Muitos tchauzinhos pelo caminho, mas cabeça a conversar com o Senhor. Como fazer para ter uma fé maior; ser forte quando tô quase desmoronando. Deus sabe que o “hoje” veio apenas on top of few issues I’m dealing with; como se fosse uma gotinha dágua no baldão. Falo pra Ele que me ensine a enxergar além, ou me carregue no colo rápido, porque a energia tá baixa. Na “cachola” vem um trecho da música de Thiago Grulha:

“Fala Senhor, fala comigo… Quero ter comunhão com o meu melhor amigo…
Fala Senhor, com tua voz tranquila, abro o meu coração, é TUA a minha vida.”

Quero sim, ver mais claro o que Deus tem pra mim, sem obstáculos, com muita intimidade.
Continuo a correr, e eu, “sunset lover” sou chamada atenção para o por-do-sol lindo na minha frente. Uma ruazinha escondida por onde corria pela primeira vez, mas já havia passado de carro tantas vezes nem notar beleza nenhuma. Centro da cidade, fim do dia, e o perfeito lugar pra ver o sol se despedindo. Claro, tirei o celular do braço pra registrar o momento. Mas ali, downtown, QUASE impossivel conseguir um ângulo sem fios na frente, atrapalhando a minha foto. Nessa hora, “a ficha cai”, e meu Pai lindo do céu fala claro com a filha que ta precisando tanto. Pra admirar aquela vista sem interferência, EU teria que no meio daquele monte de fios, procurar um ângulo que me permitisse “ver”. O trabalho era meu. Deus tava dando o momento e o sunset. Pra achar beleza em meio ao caos, EU teria que me mover, procurar…

Parece besteira, mas deixo registrado minha lição.
No meio de dias em que não conseguimos achar nenhuma graça ou beleza, preciso mudar meu “ângulo”; o meu olhar. “Fios” pelo caminho vão existir, mas a beleza do que Deus tem pra gente está lá, disponivel e a nossa vista, só basta que quando o desanimo vier, procuremos o melhor jeito de VER aquilo que Ele tem para nós. Sinais de um Deus Pai, que cuida, são reais. Procure. Quando achar, dê uma gargalhada e lembre-se do pôr-do-sol.

Be-Blessed!

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*

Back to Top Contact Me Share on Facebook Tweet this Post Email to a Friend
f a c e b o o k